domingo, 8 de janeiro de 2012

1859 - Quem Sabe, de Carlos Gomes

Em 1859, o Brasil ainda era um Império, regido por Dom Pedro II, que tinha 39 anos. Abaixo, uma foto da Família Real:


Nesse ano, Antônio Carlos Gomes compôs Quem Sabe, uma das primeiras e mais famosas modinhas. Sim, Carlos Gomes não é só o nome de uma praça de Curitiba, mas sim o nome de um dos primeiros compositores do Brasil. Podemos quase dizer que ele deu início à MPB...


Antônio Carlos Gomes nasceu em Campinas, São Paulo, em 11 de julho de 1836. Ele é mais conhecido por suas óperas, sendo a mais famosa O Guarani (1870).

Mas, como estamos tratando de MPB, o que nos interessa é a modinha Quem Sabe. Carlos Gomes, primeiro compositor a se apresentar no Alla Scala, em Milão (Itália), também se dedicou ao ritmo "mais popular", e compôs modinhas:


A modinha é considerada um gênero de composição portuguesa, provavelmente surgida das elites governantes no Brasil Colônia. Por volta do século XVII já se ouvia pelas ruas da Bahia uma música tocada na viola com marcação em staccato (notas com curta duração), que tinha letra de caráter pagão. (Fonte: Wikipédia)

A modinha Quem Sabe? falava de amor, um tema pagão, para uma época em que a Igreja tinha amplo poder sobre o povo. Mesmo assim, Carlos Gomes (ou Nhô Tonico, como era também conhecido), criou algumas, sendo essa a mais famosa:

video

Quem Sabe
Carlos Gomes

Tão longe de mim distante / Onde irá, onde irá teu pensamento
Tão longe de mim distante / Onde irá, onde irá teu pensamento
Quisera, saber agora / Quisera, saber agora
Se esqueceste, se esqueceste / Se esqueceste o juramento.
Quem sabe se és constante / Se ainda é meu teu pensamento
Minh’alma toda devora / Dá a saudade dá a saudade agro tormento
Tão longe de mim distante / Onde irá onde irá teu pensamento
Quisera saber agora / Se esqueceste se esqueceste o juramento.

Ficha Técnica: 

Carlos Gomes (1836/1896) - tinha 23 anos quando compôs Quem Sabe?
Pierre-Auguste Renoir (1841/1919) - autor das obras apresentadas no clipe, tinha apenas 18 anos quando Carlos Gomes compôs Quem Sabe?
Francisco Petrônio (1923/2007) - viveu bem depois de Carlos Gomes, mas soube interpretar muito bem a sua música - falaremos dele num post futuro
Dilermando Reis (1916/1977) - famosos violonista e compositor brasileiro, interpretou muito bem a música de Carlos Gomes.


Contexto da época: Carlos Gomes tinha 23 anos quando compôs Quem Sabe?. Era órfão de mãe (tinha sido assassinada) e criado pelo pai, com muitas dificuldades. Lembremo-nos que, naquela época, as famílias tinham muitos filhos, e com a de Carlos Gomes não foi diferente. Mas, "Seu Maneco" (Manuel José Gomes) incentivou a carreira do jovem Carlos, e o irmão José Pedro ajudou. Mas é claro que viver de música ainda não era possível, naqueles tempos, e Carlos ajudava um alfaiate, quando não estava ensaiando. 
Ele foi se aperfeiçoando, e em 1854 compôs uma missa, a Missa de São Sebastião, dedicada ao pai. Também já compunha valsasquadrilhas e polcas, os ritmos de então. 
Em 1857 compôs a modinha Suspiro d'Alma, com versos do poeta romântico português Almeida Garrett (1799/1854) e em 1859 compôs Quem Sabe?.

A época de Carlos Gomes foi onde o Nacionalismo e o Romantismo davam o tom das obras literárias e/ou musicais. Os ídolos de Carlos Gomes foram Giuseppe Verdi (1813/1901) e Almeida Garrett (já citado). O Romantismo tinha por características a melancolia e o pessimismo (o chamado "mal-do-século"). 

Na música Quem Sabe?, há um verso (dá a saudade agro tormento), que pode muito bem representar o pessimismo exacerbado que tomava conta das pessoas cultas, àquela época...

3 comentários:

Francisco J M Koller disse...

Excelente. Emocionante e nostálgico post. Parabéns. Francisco Koller.

luiz disse...

Maravilhosa música desde sua composição até nossos dias, e com certeza eternizada com muitos outros cantores de épocas vindouras, pois enche nossas Almas de sentimentos maravilhosos, abrangendo o mais alto nível de nossa sensibilidade.. Fez o que fez Com AMOR que perdurará para sempre em todos os que a ouviram e ouvirão..

Lana disse...

Linda essa música. Cantei quando fazia coral e lembro da maestrina falar que a letra dessa música era uma carta a um grande amor que havia partido para longe. Queria me lembrar bem da história.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...