terça-feira, 15 de março de 2011

Carmen Miranda - Parte VII (1936/1938)

O que já vimos, de Carmen Miranda, até agora?

a) nasceu em Marco de Canaveses, Portugal, em 9 de fevereiro de 1909, filha de José Maria Pinto da Cunha (1887/1938) e Maria Emília Miranda (1886/1971). Veio para o brasil com alguns meses de idade. Tinha cinco irmãos: Olinda (nascida em 1907), Amaro (1912), Cecília (1913), Aurora (1915) e Oscar (1917) e seu primeiro namorado foi Mário Cunha (Parte 1 - 1909/1925 em 19/01/2011);

2) sua irmã Olinda, contraiu tuberculose, e foi mandada para Portugal, a fim de se tratar. Em 1928, Carmen conheceu Josué de Barros, seu "descobridor" (Parte 2 - 1925/1928 em 22/01/2011);

3) em 1929, gravou seu primeiro disco, pela Brunswick, com as músicas Não Vá Simbora e Se O Samba É Moda, ambas de Josué de Barros. Meses depois, gravou o segundo, agora pela Victor.  De um lado, a música Triste Jandaia, e do outro, Dona Balbina. Ambas de Josué de Barros. Em janeiro de 1930, nos dias 22 e 23, ela foi chamada para gravar mais músicas:Burucutum, de SinhôMamãe Não Quer, de Américo de Carvalho e Iaiá Ioiô, de Josué de Barros. Mas seu primeiro sucesso seria Taí, de Joubert de Carvalho (1900/1977). (Parte 3 - 1928/1930 em 26 de janeiro de 2011);


4) A música Taí fez sucesso até o Carnaval de 1931, e Carmen Miranda recebeu cerca de 14 contos de réis pelo sucesso. Em 1931, Olinda faleceu em Portugal, aos 24 anos de idade. E Carmen fazia cada vez mais sucesso: 28 músicas gravadas em 1930. E muitas outras em 1931. Nesse ano, ela foi para a Argentina, com Francisco Alves e Mário Reis (Parte 4 - 1930/1931 em 3 de fevereiro de 2011);


5) em 1932, Carmen terminou o namoro com Mário Cunha. No campo profissional, ela deu grande impulso à carreira de Assis Valente, cantando Good-bye, de sua autoria. Nesse mesmo ano, ela viajou para a Bahia e Pernambuco, fazendo diversos shows por lá e sua irmã Aurora Miranda começou sua carreira, com apenas 18 anos. Em 1933, Good-bye foi lançada, e apareceu no filme Voz do Carnaval, de Adhemar Gonzaga e Humberto Mauro. Nesse ano, ela ganhou o apelido de "Pequena Notável" de César Ladeira, que namorava sua irmã Aurora. Ainda em 1933, ela voltou a Buenos Aires, para mais shows. Em 1934, estourou com a música Alô Alô, de André Filho. Nesse mesmo ano, Aurora "estourou" com Cidade Maravilhosa, também de André Filho. Carmen viajaria para a Argentina mais uma vez, nesse ano, desta vez com o Bando da Lua... (Parte 5 - 1932/1934 em 19 de fevereiro de 2011);


6) na volta da Argentina, Carmen fez parte do filme Alô Alô Brasil, de Wallace Downey. Nesse mesmo ano, saiu da Victor e foi pra a Odeon. Depois, participou do filme Estudantes, também de Downey. Em seguida, viajou para se apresentar novamente em Buenos Aires. Quando voltou, soube da morte do cantor Carlos Gardel. Em outubro, ela e Aurora foram juntas para a Argentina. Esse ano (1935) foi bom, no campo musical. Carmen gravou Anoiteceu (de Ary Barroso), Sonho de Papel (de Alberto Ribeiro), Tic-Tac do Meu Coração (de Alcyr Pires Vermelho e Walfrido Silva), Adeus Batucada (de Synval Silva), Querido Adão (de Benedito Lacerda e Oswaldo Santiago), Fala, Meu Pandeiro(de Assis Valente), e muitas outras. E ela ainda gravou Alô Alô Carnaval, de Downey, onde apareceu cantando Querido Adão e Cantoras do Rádio, com Aurora. Em 1936, ela ainda gravou Balancê (João de Barro eAlberto Ribeiro), Novo Amor (Ary Barroso), No Tabuleiro da Baiana (Ary Barroso e Luiz Barbosa), Como Eu Chorei (Benedito Lacerda e Herivelto Martins), e outras (Parte 6 - 1934/1936 em 27 de fevereiro de 2011);


Vamos adiante...


Em 1935, a família Miranda da Cunha se mudou para o Flamengo. Nessa mesma época, ela começou a cantar nos cassinos. Haviam três cassinos famosos no Rio: o do Copacabana Palace, o Atlântico e o da Urca. Carmen começou a cantar no Copacabana, em 1936.  Abaixo, o Copa:




Essa contratação foi ótima para a carreira de Carmen, que começou a se apresentar para um público mais selecionado, mais elegante. Em seguida, foi contratada pelo Cassino da Urca, e fez mais fama ainda. Abaixo, o Cassino da Urca:




Ainda em 1936, Carmen Miranda mudou-se, da Rádio Mayrink Veiga, para a Rádio Tupi, de Assis Chateaubriand ( http://rztvtudo.blogspot.com/2010/11/assis-chateaubriand.html). E também se mudou para a Urca, na Avenida São Sebastião, 131:



E veio 1937...nesse ano, Carmen gravou Cachorro Vira-Lata, de Alberto Ribeiro, Cabaret no Morro, de Herivelto Martins, Camisa Listada, de Assis Valente e Eu Dei, de Ary Barroso. Abaixo, Camisa Listada, na voz de Carmen:

video


Em 1937, Carmen voltou para a Rádio Mayrink Veiga, ganhando ainda mais que na Tupi. De fato, ela já era a artista mais bem paga do Brasil, incluindo os homens.

Em 1938, foi fazer uma turnê em São Paulo, incluindo vários cassinos. Nela, o público podia ver e ouvir Sylvio Caldas cantar As Pastorinhas, Almirante cantando Touradas em Madri e Carmen cantando Camisa Listada.

Em abril de 1938, Carmen e Aurora estavam em Buenos Aires, quando souberam que o pai adoecera. Voltaram ao Rio, mas o pai melhorou. Assim, elas voltaram para Buenos Aires, quando souberam que o pai morrera, no dia 21 de junho. Tinha 52 anos e morrera de nefrite aguda e insuficiência cardíaca.


Em 1938, Carmen gravou E O Mundo Não Se Acabou, de Assis Valente, Deixa Falar, de Nelson Petersen, Boneca de Pixe, de Ary Barroso e Luiz Iglezias, Escrevi Um Bilhetinho, de Ary Barroso e outras. Abaixo, E O Mundo Não se Acabou, na voz de Carmen:


video








Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...